Sistema penitenciário nacional e a ineficiência estatal: uma possibilidade de parceira público-privado

Bruno Pastori Ferreira

Resumo


SISTEMA PENITENCIÁRIO NACIONAL E A INEFICIÊNCIA ESTATAL: UMA POSSIBILIDADE DE PARCEIRA PÚBLICO-PRIVADO

Resumo: Tema deste artigo é estudar a viabilidade da descentralização para a iniciativa privada do sistema penitenciário, sob a luz dos direitos fundamentais e do princípio da eficiência. O objetivo geral é traçar lições propedêuticas sobre o instituto da Parceira Público-Privado (PPP), correlacionando-o com o sistema carcerário nacional. O objetivo específico é demonstrar que as PPP´s pode se tornar uma importante ferramenta para afastar a incompletude e ineficiência da prestação do serviço público penitenciário, pois diante do cenário nefasto que permeia o sistema carcerário nacional, o Estado não pode quedar-se inerte, devendo prestar o serviço público de modo satisfatório ou delegá-lo para a iniciativa privada, garantindo direitos fundamentais e a efetivação do princípio da eficiência. Será utilizado procedimento bibliográfico e documental, por meio de um método dedutivo e com uma abordagem qualitativa. 

Palavras-chaves: Parceria Público-Privado. Descentralização. Sistema Penitenciário Nacional. Princípio da Eficiência. Presídio de Ribeiro das Neves.

NATIONAL PENITENTIARY SYSTEM AND STATE INEFFICIENCY: A POSSIBILITY OF A PUBLIC-PRIVATE 

Abstract: Theme of this article is to study the feasibility of decentralization for the private sector in the prison system, in the light of fundamental rights and the principle of efficiency.. The general objective is to draw up propaedeutic lessons about the Public-Private Partner PPP institute, correlating it with the national prison system. The specific objective is to demonstrate that PPPs can become an important tool to eliminate the incompleteness and inefficiency of the provision of the public penitentiary service, because in view of the nefarious scenario that permeates the national prison system, the State can not remain inert, must provide the public service guaranteeing fundamental rights and the effectiveness of the principle of efficiency. A bibliographic and documentary procedure will be used, through a deductive method and with a qualitative approach.

Keywords: Public-Private Partner. Decentralization. National Penitentiary System. Principle of Efficiency. Ribeiro das Neves Prison.

Data de submissão: 18/04/2020                           Data de aprovação: 26/05/2020


Texto completo:

PDF

Referências


ABRAHÃO, Marcela Rosa. As restrições aos direitos fundamentais por ato normativo do poder executivo. São Paulo: Almedina, 2017.

ACQUAVIVA, Marcus Cláudio Teoria geral do Estado 3. ed. Barueri, SP: Manole, 2010.

ADEODATO, João Maurício. Filosofia do direito. 6. ed. São Paulo: Saraiva Educação, 2019.

AMARAL JÚNIOR, Alberto. Teoria do Estado: sentidos contemporâneo. São Paulo: Saraiva Educação, 2018.

AGRA, Walber de Moura. Curso de direito constitucional. 8 ed. Rio de Janeiro: Forense, 2014.

ARAGÃO, Alexandre Santos de. Curso de Direito Administrativo. 2. ed. rev. atual. ampl. Rio de Janeiro: Forense, 2013.

BARCELLOS, Ana Paula de. Curso de direito constitucional. Rio de Janeiro: Forense, 2018.

BARROSO, Luís Roberto. O controle de constitucionalidade no direito brasileiro: exposição sistemática da doutrina e análise crítica da jurisprudência. 8. ed. São Paulo: Saraiva Educação, 2019.

BRASIL. [Constituição (1988)]. Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF: Presidência da República, [2017] Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Constituicao/Constituicao.htm. Acesso: 22 mai. 2019.

BRASIL. [Lei de Execuções Penais]. Lei nº 7.210, de 11 de julho de 1984. Institui a Lei de Execuções Penais, DF: Presidência da República, [2018]. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l7210.htm. Acesso: 22 mai. 2019.

BRASIL. [Lei de Responsabilidade Fiscal]. Lei Complementar nº 101, de 04 de maio de 2000. Estabelece normas de finanças públicas voltadas para a responsabilidade na gestão fiscal e dá outras providências. Brasília, DF: Presidência da República, [2019]. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/LEIS/LCP/Lcp101.htm. Acesso: 25 mai. 2019.

BRASIL. Lei nº 8.987, de 13 de fevereiro de 1995. Dispõe sobre o regime de concessão e permissão da prestação de serviços públicos previstos no art. 175 da Constituição Federal, e dá outras providências. Brasília, DF: Presidência da República, [2018]. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l8987cons.htm. Acesso: 22 mai. 2019.

BRASIL. [Programa Nacional de Desestatização]. Lei nº 9.491, de 09 de setembro de 1997. Altera procedimentos relativos ao Programa Nacional de Desestatização, revoga a Lei n° 8.031, de 12 de abril de 1990, e dá outras providências. Brasília, DF: Presidência da República, [2016]. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L9491.htm. Acesso: 22 mai. 2018.

BRASIL. Lei nº 11.079, de 30 de dezembro de 2004. Institui normas gerais para licitação e contratação de parceria público-privada no âmbito da administração pública. Brasília, DF: Presidência da República, [2017]. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2004-2006/2004/lei/l11079.htm. Acesso: 22 mai. 2019.

BRASIL. Supremo Tribunal Federal (Plenário). Repercussão Geral. Recurso Extraordinário. Acórdão nº 580.252. Relator: Min. Teori Zavascki. Relator(a) p/ acordão: Min. Gilmar Mendes. Disponível em: http://stf.jus.br/portal/jurisprudencia/visualizarEmenta.asp?s1=000260790&base=baseAcordaos. Acesso 29 de mai. 2019.

CARVALHO FILHO, José dos Santos. Manual de direito administrativo. 31. ed. rev. atual. e ampl. São Paulo: Atlas, 2017.

COUTO, Reinaldo. Curso de direito administrativo. 2. ed. Sa?o Paulo: Saraiva, 2015.

GASPARINI, Diogenes. Direito administrativo. 17. ed. atualizada por Fabri?cio Motta. Sa?o Paulo: Saraiva, 2012.

GALVA?O, Jorge Octa?vio Lavocat. O neoconstitucionalismo e o fim do estado de direito Sa?o Paulo : Saraiva, 2014.

GOVERNO DE MINAS GERAIS. Portal de Gestão de Conteúdo do Programa de Parceria Público-Privada do Estado de Minas Gerais. Apresentação do Complexo Penal. Disponível em:http://www.ppp.mg.gov.br/sobre/projetos-de-ppp-concluidos/ppp-complexo-penal. Acesso 29 de mai. 2019.

GOVERNO DE MINAS GERAIS. Portal de Gestão de Conteúdo do Programa de Parceria Público-Privada do Estado de Minas Gerais. Edital e Anexos do Complexo Penal. http://www.ppp.mg.gov.br/images/documentos/Projetos/concluidos/Complexo_Penal/edital_e_anexos/Corpo%20do%20Edital%2001.2008.pdf. Acesso 29 de mai. 2019.

GOVERNO DE MINAS GERAIS. Portal de Gestão de Conteúdo do Programa de Parceria Público-Privada do Estado de Minas Gerais. Contrato administrativo do complexo penal, firmado entre o Estado de Minas Gerais e a Gestores Prisionais Associados S/A – GPA: http://www.ppp.mg.gov.br/images/documentos/Projetos/concluidos/Complexo_Penal/contrato/Contrato%20PPP%20Complexo%20Penal%20330639.54.1338.09.pdf. Acesso 29 de mai. 2019.

GOVERNO FEDERAL. Ministério da Justiça e Segurança Pública. Levantamento Nacional. Disponível em: http://depen.gov.br/DEPEN/depen/sisdepen/infopen. Acesso em: 22 mai. 2019.

GOVERNO FEDERAL. Ministério da Justiça e Segurança Pública. Levantamento Nacional. Disponível em: http://depen.gov.br/DEPEN/noticias-1/noticias/infopen-levantamento-nacional-de-informacoes-penitenciarias-2016/relatorio_2016_22111.pdf. Acesso em: 22 mai. 2019.

GUERRA, Sidney. Direitos humanos : curso elementar. 5. ed. Sa?o Paulo: Saraiva, 2017.

HESSE, Konrad. Temas fundamentais do direito constitucional. Sa?o Paulo: Saraiva, 2009.

LAZARI, Rafael de. Manual de Direito Constitucional. 3 ed. Belo Horizonte: Editora D´Plácido, 2019.

MAXIMILIANO, Carlos. Hermenêutica e aplicação do direito 21. ed. Rio de Janeiro: Forense, 2017.

MEDAUAR, Odete. Direito administrativo moderno. 19 ed. ver. e atual. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2015.

MENDES, Gilmar Ferreira; BRANCO, Paulo Gustavo Gonet. Curso de direito constitucional. 12 ed. rev. e atual. Sa?o Paulo: Saraiva, 2017.

MOREIRA NETO, Diogo de Figueiredo. Curso de direito administrativo: parte introdutória, parte geral e parte especial. 16. ed. rev. e atual. Rio de Janeiro: Forense, 2014.

OLIVEIRA, Rafael Carvalho Rezende. Curso de Direito Administrativo. 6. ed. rev., atual. e ampl. Rio de Janeiro: Forense; São Paulo: MÉTODO, 2018.

PASCHOAL, Janaina Conceição. Direito penal: Parte Geral. 2. ed. Barueri-SP: Manole, 2015.

PIETRO, Maria Sylvia Zanella Di. Parcerias na administração pública. 11. ed. Rio de Janeiro: Forense, 2017.

PIRES, Antônio Cecílio Moreira. Direito administrativo. 2. ed. Sa?o Paulo: Atlas, 2013.

SANTOS, Mauro Sérgio dos. Curso de direito administrativo. Rio de Janeiro: Forense, 2012.




DOI: https://doi.org/10.47096/rdpc.v1i1.102

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Revista de Direito Público Contemporâneo

Licença Creative Commons

A revista está licenciada quanto aos direitos autorais com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Indexada em | Indexed by | Indizada en:

Google Acadêmico

HTML tutorial

Latin Index


Periódicos/CAPES

HTML tutorial
 
 
Directory of Open Acess Journals


HTML tutorial


Diadorim - Diretório de Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras

Livre - Revistas de Livre Acesso

International Standard Serial Number International Center

Sumários

ResearchBib - Academic Resource Index