Sobrevoando a Dignidade Humana

Felipe Bizinoto Soares de Pádua

Resumo


SOBREVOANDO A DIGNIDADE HUMANA

Resumo: O artigo tem duas partes. A primeira lidará com material extrajurídico, traçando breve panorama sobre as origens histórico-cultural do pensamento que redundou na dignidade humana, iniciando-se no Renascimento e chegando a Immanuel Kant. A segunda parte desenvolverá aspectos do princípio da dignidade humana: sua essência, sua natureza jurídica, sua funcionalidade e seu conteúdo, adotando-se um conceito e, por fim, expondo algumas linhas sobre a visão contemporânea.

Palavras-chave: Princípio da dignidade humana. Personalismo ético. Fundamento do Estado. Posições jurídicas fundamentais.

OVERFLYING HUMAN DIGNITY

Abstract: The article has two parts. The first will deal with extralegal material, drawing a brief overview of the historic-cultural origins of thought that resulted in human dignity, starting with the Renaissance and reaching Immanuel Kant. The second part will develop aspects of the principle of human dignity: its essence, its functionality and its content, adopting a concept and, finally, exposing some lines about the contemporary vision.

Keywords: Human dignity. Ethical personalism. State foundament. Fundamental legal positions.

Data de submissão: 19/04/2020                           Data de aprovação: 26/05/2020


Texto completo:

PDF

Referências


ALIGHIERI, Dante. Divina comédia. Trad. J. P. Xavier Pinheiro. São Paulo: Martin Claret, 2010.

ARRUDA, José Jobson de A.; PILETTI, Nelson. Toda a história: história geral e história do Brasil. 4. ed. São Paulo: Ática, 1996.

ÁVILA, Humberto. Teoria dos princípios: da definição à aplicação dos princípios jurídicos. 17. ed. São Paulo: Malheiros, 2016.

AZEVEDO, Antônio Junqueira de. Crítica ao personalismo ético da Constituição da República e do Código Civil. Em favor de uma ética biocêntrica. Revista da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, São Paulo, v. 103, n. 108, p. 115-126, Janeiro/Dezembro de 2008.

___. O Direito pós-moderno e a codificação. Revista da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, São Paulo, v. 94, pp. 3-12, Janeiro de 1999.

BARCELLOS, Ana Paula de. A eficácia jurídica dos princípios constitucionais: o princípio da dignidade da pessoa humana. 3. ed. Rio de Janeiro: Renovar, 2011.

BARROSO, Luís Roberto. Curso de Direito Constitucional contemporâneo: os conceitos fundamentais e a construção de um novo modelo. 5. ed. São Paulo: Saraiva, 2015.

BÍBLIA. Bíblia sagrada. Trad. José Luiz Gonzaga do Prado. São Paulo: Paulus, 1995.

BOBBIO, Norberto. A era dos direitos. Trad. Carlos Nelson Coutinho. 9. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2004.

BONAVIDES, Paulo. Teoria constitucional da democracia participativa: por um Direito Constitucional e luta e resistência, por uma nova hermenêutica, por uma repolitização da legitimidade. São Paulo: Malheiros, 2001.

DALLARI, Dalmo de Abreu. Elementos de teoria geral do Estado. 32. ed. São Paulo: Saraiva, 2013.

FERREIRA, Vinicius Xavier. A polêmica travada entre Kelsen e Schmitt sobre quem deve ser o guardião da Constituição e a recepção dessas teorias pela Constituição Federal de 1988. Disponível em: https://ambitojuridico.com.br/cadernos/direito-constitucional/a-polemica-travada-entre-kelsen-e-schmitt-sobre-quem-deve-ser-o-guardiao-da-constituicao-e-a-recepcao-dessas-teorias-pela-constituicao-federal-de-1988/. Acesso em 15 abr. 2020.

GLEISER, Marcelo. Poeira das estrelas. São Paulo: Globo, 2006.

GRAU, Eros Roberto. Por que tenho medo dos juízes (a interpretação/aplicação do Direito e os princípios). 9. ed. São Paulo: Malheiros, 2018.

HUXLEY, Aldous Leonard. Admirável mundo novo. Trad. Vidal de Oliveira. São Paulo: Globo, 2001.

KANT, Immanuel. Metafísica dos costumes. Trad. Paulo Quintela. Lisboa: Edições 70, 2007.

LARENZ, Karl. Derecho Civil: parte general. Trad. Miguel Izquierdo y Macías-Picavea. Madrid: Revista de Derecho Privado, 1978.

___. Metodologia da ciência do Direito. 9. ed. Trad. José Lamego. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 2019.

___. Storia del metodo nella scienza giuridica. Milano: Giuffrè, 1966.

LEAL, Saul Tourinho. Direito à felicidade. São Paulo: Almedina, 2017.

LUHMANN, Niklas. O Direito da sociedade. Trad. Saulo Krieger. São Paulo: Martins Fontes, 2016.

MAQUIAVEL, Nicolau. O Príncipe. Trad. Maria Júlia Goldwasser. São Paulo: Martins Fontes, 2017.

MCIANO. Castor e Póllux: a origem de tudo. Disponível em: https://geminilefou.wordpress.com/2016/04/23/168/. Acesso em 13 abr. 2020.

MELLO, Marcos Bernardes de. Teoria do fato jurídico: plano da eficácia. 11. ed. São Paulo: Saraiva, 2019.

___. Teoria do fato jurídico: plano da existência. 22. ed. São Paulo: Saraiva, 2019.

MIRANDOLA, Giovanni Pico della. Discurso pela dignidade do homem. Trad. Antonio A. Minghetti. Porto Alegre: Fi, 2015.

NABAIS, José Casalta. O dever fundamental de pagar impostos: contributo para a compreensão constitucional do Estado fiscal contemporâneo. São Paulo: Almedina, 2009.

NEVES, Karina Penna. Deveres de consideração nas fases externas do contrato: responsabilidade pré e pós-contratual. São Paulo: Almedina, 2015.

PÁDUA, Felipe Bizinoto Soares de. O mínimo existencial socioambiental. Fórum de Direito Urbano e Ambiental, ano 18, n. 108, Novembro/Dezembro de 2019, pp. 16-28.

___. Vamos falar de direitos fundamentais (Parte I): o que são e sua relação com a democracia. Disponível em: http://estadodedireito.com.br/vamos-falar-de-direitos-fundamentais-parte-i-o-que-sao-e-sua-relacao-com-a-democracia/. Acesso em 17 abr. 2020.

___. Vamos falar de direitos fundamentais (Parte II): deveres fundamentais e os limites aos direitos fundamentais. Disponível em: http://estadodedireito.com.br/vamos-falar-de-direitos-fundamentais-parte-ii-deveres-fundamentais-e-os-limites-aos-direitos-fundamentais/. Acesso em 17 abr. 2020.

POLILLO, Raul de. 100 eventos que abalaram o mundo: vol. I. Trad. Raul de Polillo. São Paulo: Melhoramentos, 1978.

REALE, Miguel. Teoria tridimensional do Direito. São Paulo: Saraiva, 1968.

RODRIGUES JÚNIOR, Otávio Luiz. Direito Civil contemporâneo: estatuto epistemológico, Constituição e direitos fundamentais. 2. ed. Rio de Janeiro: Forense, 2019.

ROUSSEAU, Jean Jacques. Contrato social ou princípios de direitos políticos. Trad. B. L. Viana. São Paulo: Cultura, 1944.

SANDEL, Michael J. Justiça: o que é fazer a coisa certa. Trad. Heloísa Matias e Maria Alice Máximo. 9. ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2012.

SARLET, Ingo Wolfgang. Comentários ao artigo 1º. In CANOTILHO, José Joaquim Gomes; et. al., Comentários à Constituição do Brasil, 2.ª ed., São Paulo, Saraiva, 2018.

SILVA, Virgílio Afonso da. Direitos fundamentais: conteúdo essencial, restrições e eficácia. 2. ed. São Paulo: Malheiros, 2017.




DOI: https://doi.org/10.47096/rdpc.v1i2.103

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2022 Revista de Direito Público Contemporâneo

Licença Creative Commons

A revista está licenciada quanto aos direitos autorais com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Indexada em | Indexed by | Indizada en:

Google Acadêmico

HTML tutorial

Latin Index


Periódicos/CAPES

HTML tutorial
 
 
Directory of Open Acess Journals


HTML tutorial


Diadorim - Diretório de Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras

Livre - Revistas de Livre Acesso

International Standard Serial Number International Center

Sumários

ResearchBib - Academic Resource Index