Uma análise acerca das medidas socioeducativas restritivas de liberdade impostas ao adolescente em conflito com a lei penal

Almir Santos Reis Junior, Camilla Elena Matavelli Granado Rodrigues

Resumo


RESUMO: A Lei nº 8.069/1990, denominada de Estatuto da Criança e do Adolescente - ECA, tem como finalidade a proteção integral da criança e do adolescente, os inserindo como sujeitos de direitos. Todavia, as normas jurídicas que o precederam não possuíam esta visão protecionista. Previamente à promulgação do ECA, as legislações que tratavam das crianças e dos adolescentes imprimiam um viés discriminatório, responsabilizando somente os jovens que estavam em situação irregular. O objetivo do presente estudo é realizar uma análise acerca das medidas socioeducativas restritivas de liberdade, previstas no Estatuto da Criança e do Adolescente, e aplicadas ao adolescente em conflito com a lei penal. Utilizando a metodologia qualitativa de análise bibliográfica e documental e de compilação de dados secundários, esta monografia busca uma reflexão acerca da aplicação das mencionadas medidas restritivas de liberdade e as condições em que se encontram os estabelecimentos responsáveis pelo seu cumprimento, demonstrando a superlotação e a precariedade das instituições. Assim, pode-se concluir que as políticas estatais de encarceramento, aplicadas durante décadas no país, ainda deixam resquícios na atualidade, resultando no constante crescimento da internação dos adolescentes e na consequente precariedade no atendimento socioeducativo, contrariando as disposições do Estatuto da Criança e do Adolescente.  

PALAVRAS-CHAVE: Medidas socioeducativas, Adolescente, Estatuto da Criança e do Adolescente, liberdade.

 

 

ABSTRACT: The Law 8.069/1990, known as the Statute of the Child and Adolescent – ECA, aims at the integral protection of children and adolescents, inserting them as susceptible of rights. However, the judicial regulations that preceded it did not have this protective perspective. Previously to the promulgation of ECA, the laws that addressed to children and adolescents had a discriminatory essence, penalizing only the young ones that were at an irregular situation. The objective of the present study is to do an analysis regarding the freedom restrictive socio-educational measures, contemplated by the Statute of the Child and Adolescent and applied to the adolescents in conflict with the penal law. Using the qualitative methodology of bibliographic and documental analysis and compilation of secondary data, this dissertation seeks for a reflection on the applicability of the said freedom restrictive socio-educational measures and the conditions in which the establishments accountable for their executions are, demonstrating their overpopulation and precarious situation of the institutions. Thus, it is possible to conclude that the state politics of incarceration, that was applied for decades in the country, still leaves traces nowadays, resulting in the constant growing of incarceration of adolescents and the consequential precariousness in the socio-educational service, contradicting the legal provisions of the Statute of the Child and Adolescent.

KEYWORDS: Socio-educational Measures, Adolescent, Statute of the Child and Adolescent, freedom.


Texto completo:

PDF

Referências


REFERÊNCIAS

BRASIL. Conselho Nacional de Justiça. Panorama Nacional: A Execução das Medidas Socioeducativas de Internação – Programa Justiça ao Jovem. Conselho Nacional de Justiça, 2012. Disponível em: .

Levantamento Anual SINASE 2016, Brasília: Ministério dos Direitos Humanos, 2018. Disponível em:.

MENDEZ, Emilio Garcia. Adolescentes e Responsabilidade Penal: Um Debate Latino Americano. Buenos Aires, 2000. Por uma Reflexão sobre o Arbítrio e o Garantismo na Jurisdição SócioEducativa. Disponível em: .

ORDENAÇÕES FILIPINAS, Livro V. Disponível em: .

Panorama da execução dos programas socioeducativos de internação e semiliberdade nos estados brasileiros. Brasil. Conselho Nacional do Ministério Público – Brasília : CNMP, 2019. Disponível em: .

Relatório da Infância e Juventude – Resolução nº 67/2011 : um olhar mais atento às unidades de internação e semiliberdade para adolescentes. Brasília : Conselho Nacional do Ministério Público - CNMP, 2015.

SARAIVA, João Batista Costa. Adolescente e responsabilidade penal : da indiferença à proteção integral - 5 ed. rev. e atual. - Porto Alegre: Livraria do Advogado Editora, 2016.

SHECAIRA, Sérgio Salomão. Sistema de garantias e o direito penal juvenil - São Paulo : Editora Revista dos Tribunais, 2008.

SPOSATO, Karyna Batista. O Direito penal juvenil - São Paulo: Editora Revista dos Tribunais, 2006.




DOI: https://doi.org/10.47096/rdpc.v1i2.86

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Revista de Direito Público Contemporâneo

Licença Creative Commons

A revista está licenciada quanto aos direitos autorais com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Indexada em | Indexed by | Indizada en:

Google Acadêmico

HTML tutorial
Periódicos/CAPES

HTML tutorial
 
 
Directory of Open Acess Journals


HTML tutorial


Diadorim - Diretório de Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras

Livre - Revistas de Livre Acesso

International Standard Serial Number International Center

Sumários

ResearchBib - Academic Resource Index